sexta-feira, 24 de setembro de 2010

DEU CERTO!!

Deu muito certo ter tentado induzir melhor o sono de Maria Joana. Agora ela dorme bem melhor à noite. E deixa a mamãe dormir, claro! rsrs. Em apenas duas semanas, não preciso mais acordar minha filha pra mamar e também não tenho mais o sono tão prejudicado, porque ela não troca mais o dia pela noite.

É inevitável que ela passe uma parte da madrugada mamando. Por isso, como ela perde um pouco do sono também, eu deixo ela dormir novamente pela manhã à vontade. Mas, à tarde, já não deixo mais o sono dela ser tão tranquilo. E rapidinho ela se acostuma. 

Agora o meu dilema é o arroto. Maria Joana nunca mama de uma vez só. Ela mama um pouquinho e logo adormece. Então, quando coloco para arrotar, logo ela chora pra continuar mamando. Recomeço a refeição de minha filha.

Mas esse não é o problema. Daria de mamar o dia todo, se fosse preciso. A questão é que, quando definitivamente ela está saciada, coloco para arrotar, mas ela demora bastante pra soltar o sonoro. E às vezes passo quase uma hora com ela no colo e não escuto. 

Não sei se é impressão minha, mas no braço do pai eu vejo que ela sempre arrota, mesmo que demore. Li algumas coisas a respeito, mas esse é um assunto que vou levar ao pediatra na próxima semana.

Fiquem com uma foto fofinha de minha princesa pra iluminar o nosso final de semana. =]

  
Mais informações sobre arroto no link: http://brasil.babycenter.com/baby/saude/arroto/#12


2 comentários:

  1. Não sei se vai ajudar, mas estou lendo um livro que um pediatra escreveu sobre como cuidar de bebês que desmistifica essa coisa do arroto. Segundo ele não existe essa necessidade do bebê arrotar logo que come, e que não há problema se o bebê resolver dormir depois de mamar sem arrotar, segundo ele a liveração dos gases é algo que vai acontecer naturalmente, e que o bebês não correm risco de engasgar por conta disso, é só adequar a posição na hora da soneca.
    :)

    ResponderExcluir
  2. *corrigindo, liberação

    ResponderExcluir